Número de turistas estrangeiros no RN cresce 43,7%

O número de turistas estrangeiros no Rio Grande do Norte aumentou 43,7% no primeiro semestre deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Superintendência Regional da Polícia Federa do Estado.

Em números, isso quer dizer que o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante e o Porto de Natal receberam 5.582 passageiros a mais do que os 12.752 turistas internacionais registrados no ano passado, totalizando, agora, 18.335. Tal acréscimo representou uma entrada de aproximadamente R$ 15 milhões a mais na economia do Rio Grande do Norte.

“Isso só confirma a diretriz correta e a eficácia do trabalho realizado pelo governo do Estado, pela Secretaria de Turismo e pela Emprotur. Com planejamento, competência e ousadia podemos manter esses resultados mesmo no período adverso, quando o País enfrenta índices negativos não só no Turismo, mas na economia como um todo”, afirma o secretário de Turismo do Estado, Ruy Gaspar.

No mês passado, a Setur RN divulgou que, apesar do cancelamento sistemático de dezenas de voos internacionais nas cinco regiões do País, Natal foi a única cidade nordestina e uma das três do Brasil a registrar aumento da malha aérea internacional. Enquanto no Nordeste a queda foi de 24,5%, a capital potiguar registrou aumento de 30,7%, se comparado ao primeiro semestre do ano passado.

“Esses dados da Polícia Federal apontam presença maior de portugueses, italianos, espanhóis, argentinos e franceses, que são justamente os países nos quais apostamos para divulgar nossos destinos, além dos voos de Buenos Aires (Argentina) e Milão (Itália), em operação desde o ano passado. Ou seja: o crescimento é fruto do trabalho realizado. No turismo nada acontece por acaso”, destaca a presidente da Emprotur, Aninha Costa.

Portugal foi responsável por 6.891 turistas contabilizados no Estado nos sete primeiros meses desse ano, seguido pela Itália, com 5.325 turistas, pela Espanha, com com 2.726, pela Argentina, com 2.671 e pela França, com 2.236 estrangeiros no destino.

Fonte: PANROTAS

Deixe uma resposta