II Unecongresso reivindica venda do Brasil como destino único

Fonte: Mercado & Eventos

A união dos Conventions & Visitors Bureaux (CVBx) e a venda do país como um destino único, esta foi uma das propostas apresentadas durante o 2º Congresso da Unedestinos, o Unecongresso, que aconteceu na tarde desta segunda-feira (04/07), durante o MPI Lamec. Eric Boulanger, do Rio CVB enfatizou que os destinos precisam começar a trabalhar em conjunto para vender o Brasil.

“ O Rio de Janeiro, junto a São Paulo e Foz do Iguaçu, já vem realizando ações em conjunto a fim de promover o Brasil durante as Olimpíadas. O evento não é do Rio é do Brasil e temos que vender o País como um todo. Temos que mostrar o país como um destino só”, explicou Boulanger, que afirmou que a ação de promoção, divulgada em Atlantic City (EUA), tem dado resultado. Um dos projetos foi o lançamento de pacotes por R$ 750, que inclui transporte aéreo entre São Paulo e Rio de Janeiro, duas noites de hospedagem, além de ingresso para os eventos e transfer terrestre.

Para Ana Blanco, do CVB de Santa Catarina,é importante criar um manual de práticas que auxilie e guie os destinos na criação e coordenação dos CVBx. Segundo Blanco, a capacitação ajuda a padronizar os Conventions e a orientar os pequenos CVBx, através da consultoria. Toni Sando, presidente do CVB de São Paulo, completa e afirma que o Unedestinos é uma forma de ensinar os destinos a serem mais eficazes, a fim de apontar as prioridades e tirar o melhor proveito de verbas reduzidas.

De acordo com a presidente da Abeoc, Anita Pires, traçar o perfil dos CVBx é um dos primeiros passos para identificar as demandas de cada destino a fim de criar governanças específicas baseadas nas regiões. Pires ainda destacou que a instituição deveria escrever uma carta aos candidatos eleitos a prefeitos e vereadores, explicando a importância dos conventions e do turismo de cada local a fim de conseguir verbas e incentivos para o segmento.

Deixe uma resposta